segunda-feira, 6 de março de 2017

Clipe Sem Massagem

Com o Lançamento do Clipe da Música Sem Massagem, recebemos uma critica tão bem fundamentada do blog O Barquinho Cultural que decidimos colocar ela aqui.

     Já que nesta semana foi “comemorado” o dia que a Princesa Isabel assinou a Lei Área, no dia 13 de Maio de 1888, onde abolia a escravidão entre os negros, mas isso foi apenas na teoria, pois a situação dos mesmo, não mudou muita coisa, para não dizer que as chibatas dos capataz ordenados pelos senhores doía menos que as discriminações que eles iriam enfrentar perante a sociedade. Aonde a maioria dos negros encontrou grandes dificuldades para conseguir empregos e manter uma vida com o mínimo de condições necessárias, e isso ocorre ainda hoje, mesmo após 127 anos da abolição ainda existe este preconceito.
     E baseado nessa ideia, um trio de rappers do Projeto MOPRI estreou nesta semana o videoclipe “Sem Massagem”, onde eles cantam uma realidade distinta daquela periferia mostrada nas telenovelas, onde todo mundo entra sem bater e todos andam sorrindo e saltitando, mas sim uma verdade que nem mesmo os jornais mostram, onde mais de 70% dessas pessoas são negras e vivem as margens da sociedade, recebem muito menos do que os brancos e ainda, tem de ouvir piadinhas pejorativas e medíocres de seres irracionais que acham que estão fazendo piadas.
     Um país onde a população é miscigenada como o Brasil, seria inadmissível algo deste parâmetro, porém a cor da pele, a raça, a religião e o quanto você possuí em sua conta bancária contam mais do que o seu caráter, que na maioria das vezes é ignorado e defasado dentre tantas outras “prioridades” diante a sociedade politicamente correta.


                                         https://www.youtube.com/watch?v=bsfm7NqR8yI

     O Projeto MOPRI tem influências de vários gêneros musicais, como Rock, funk, Soul, Hardocore Heavy metal, Chilltrap, Trap Chillstep, Dubstep, apesar da base da banda ser o RAP. Com letras que apresentam uma realidade oculta pela grande mídia, mas muito presente na sociedade, principalmente aquela que corre, que luta e tá na labuta diária par conquistar seu espaço, sua dignidade e não deixar e engolem seu caráter.
     A banda é formada pelos músicos Eri Q.I., Lucas Beatmaker e Luciano Mello, que tinham uma química tão forte musicalmente que a interligação foi imediata, e assim se entregando de corpo e alma, os músicos foram somando suas influências musicais com a rotina cotidiano, surgindo um som autoral e verídico, o projeto MOPRI.

Conheça mais do Projeto MOPRI nas redes sociais do trio:
 
                          Facebook | Youtube
Por: Patrícia Visconti


Link da matéria https://obarquinhocultural.com/2015/05/13/caixa-de-som-projeto-mopri-poetizando-a-realidade-e-somando-qualidade/

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Projeto MOPRI - Como tudo começou!

   Tudo Começou no ano de 2014 quando Eri Q.i. convidou o seu Primo Lucas Beatmaker para produzir uma música sua. Lucas ao produzir, sentiu falta de uma guitarra no som, como não achava algum sampler que lhe agradava, convidou o primo Luciano Mello para gravar as guitarras, que já contribuiu com outros Beats de Lucas. A química do direcionamento musical  foi imediata, então decidiram gravar mais músicas. E assim com 3 Primos sem preconceitos musicais e sem medo experimentar novas sonoridades em prol da música  nasceu o projeto MOPRI.


Pela influência musical em comum do trio, o som tem seus principal pilar no Rap , porém o Trio passeia sem medo pelo Rock, funk, Soul, Hardocore Heavy metal, Chilltrap , Trap Chillstep, Dubstep .

 A música que foi o marco Inicial do Projeto Mopri é a Reflexão, que conta com a participação da Srta Paola!!!

Segue abaixo o Inicio de tudo..