D.R.


Você quer falar de sonhos? Eu quero também
Você quer falar de amor? Eu quero também
Você quer falar de planos? Eu quero também
Quero também, eu quero Também

Você quer falar de vida? Eu quero também
Você quer falar de brigas? Eu quero também
Você quer falar de Brisas? Eu quero também
Quero também, eu quero Também

Vem cá preta vai vamos lá vamos conversar
Sei que você ta precisando vou desabafar
Tudo bem sei que extrapolei
Toda vez que eu cheguei muito mais tarde que eu combinei

Essa fita de estúdio é mesmo cabuloso
Você chega pra fazer um som e faz outro
O cara solta o beat, você aperta o repeat
Quando viu já foi é treta no dia seguinte

Inspiração não canta a bola quando vai chegar
Mas também não te avisa quando vai vazar
Lembra daquela matéria da África outro dia
Quando bate o tambor os caras se arrepiam

É por ai pretinha vivo isso todo dia
Essa parada de RAP é como terapia
Eu viro o mundo pelo avesso pra ter nosso tempo
Por isso chego no sapato e mato seus desejos

Você quer falar de sonhos? Eu quero também
Você quer falar de amor? Eu quero também
Você quer falar de planos? Eu quero também
Quero também, eu quero Também

Você quer falar de vida? Eu quero também
Você quer falar de brigas? Eu quero também
Você quer falar de Brisas? Eu quero também
Quero também, eu quero Também

Mas que saudade loca, de beijar a sua boca
tentei te ligar e a bateria tava pouca
E da boca pra fora você vem e me ignora
Diz que eu nunca ligo ou que eu já passei da hora

E eu me importo, você sabe, mas o rap é correria
Me sufoca, me provoca dia e  noite e noite e dia
EU te ludibriaria se você não fosse família
mas você é minha família não cobra dessas minha filha

As cobras desce a ladeira, policia desce a madeira
por isso tento mantê-la você do lado da telha
e uma dessa  dá certo consigo com corre certo
já pensando no futuro que é ter você por perto

incertos tentam me cumprimentar
mas todos sabem qual é a mão que eu quero segurar
eu luto noite e dia pra manter no prato o meu pão
e eu nunca vou esquecer a vez que pagou o busão

e eu locão tipo cão sem dono
daria tudo pra que não viesse o abandono
te quero no trono, mas quero trono de rainha
em outras vidas vou ser seu e você vai ser minha

podia se limitar, fazer o tempo parar
trazer você no estúdio só pra gente transar
e os papo de casar não pensar em desmanchar
você não quer nem pensar  como que eu vou me tratar

você reclama que eu saio que eu te vejo muito pouco
mas quando eu te vejo  o meu carinho é em dobro
atenção é em dobro os meus  beijos são em triplo
não perco tempo com brigas e muito menos te xingo

reclama do meu apogeu da minha ausência
e se esquece de matar a saudade na minha presença
Você quer falar da vida e eu também
mas enquanto isso me deixa no estúdio que eu tô zen

Você quer falar de sonhos, eu quero também
você quer falar de amor, eu quero também
Você quer falar de Planos, eu quero também
Quero Também, eu quero também

Você quer falar da vida, eu quero também
você quer falar das brigas, eu quero também
Você quer falar das brisas, eu quero também

Quero Também, eu quero também

Nenhum comentário:

Postar um comentário